Rodado na região de Diamantina, MG, em coprodução com Portugal e Espanha, o filme Joaquim conta a história de vida do protético e alferes da Guarda Real Joaquim José e seu processo de consciência política ao se tornar um rebelde contra o domínio colonial português.

No Festival, a sessão de Gala de Joaquim será às 19h do dia 16, quinta-feira, no Berlinale Palast e contará com a presença do diretor Marcelo Gomes, dos atores Julio Machado, Isabél Zuaa e Welket Bungué, do diretor de fotografia Pierre de Kerchove e do montador Eduardo Chatagnier, além dos produtores João Vieira Jr., Nara Aragão e Ernesto Soto e dos coprodutores Pandora da Cunha Telles e Pablo Iraola.

Datas e locais das sessões em Berlim:

  • 16/fev – Gala Premiere – 19h – Berlinale Palast
  • 17/fev – 12h & 18h30 – Friedrichstadt-Palast
  • 18/fev – 9h30 – Zoo Palast 1
  • 19/fev – 22h30 – International
Diretor Marcelo Gomes | Foto por Letícia Simões
Diretor Marcelo Gomes | Foto por Letícia Simões

O diretor Marcelo Gomes, que assina também o roteiro de Joaquim , mescla situações fictícias com relatos históricos, ao retratar a vida de um brasileiro comum, com um caráter verdadeiramente humano: seus defeitos, contradições, medos e ambiguidades. A narrativa do filme está centrada num determinado momento da vida de Tiradentes: quando ele, a serviço da coroa portuguesa, realiza viagens pelas precárias, lamacentas e perigosas estradas de Minas a procura de contrabandistas de ouro. É nesse período que surgem as primeiras cidades do interior do Brasil, já com as profundas fraturas sociais que há mais de 400 anos fazem parte da história do país.

O longa-metragem é uma ficção que acompanha o processo de transformação do homem comum no rebelde anticolonialista e nos convida a fazer uma reflexão sobre nós mesmos, sobre o passado histórico do Brasil, da América Latina e do mundo em geral, para entendermos melhor os dias atuais.

Joaquim é uma coprodução luso-brasileira, realizada pela REC Produtores e Ukbar Filmes, em associação com a Wanda Films da Espanha.

A produção foi financiada através do patrocínio da PETROBRAS (Programa Petrobras Cultural) e do incentivo do Funcultura/Governo de Pernambuco, Ibermedia e Fundo Setorial do Audiovisual.

O filme estreia nos cinemas brasileiros no dia 20 de abril.


Saiba mais na página do facebook oficial do longa:
www.facebook.com/joaquimofilme

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui