Mais

    Christopher Nolan explica por que “Oppenheimer” não mostrou bombas de Hiroshima e Nagasaki

    Segundo o cineasta, a decisão de não mostrar a destruição das cidades japonesas foi intencional, uma vez que o foco da trama é ponto de vista do cientista Julius Robert Oppenheimer.

    Oppenheimer, um dos grandes sucessos cinematográficos de 2023, aborda um tema marcante na história: a construção das primeiras bombas atômicas pelos Estados Unidos. No entanto, o longa dirigido por Christopher Nolan chama a atenção por não retratar explicitamente os bombardeios de Hiroshima e Nagasaki.

    O fato chegou ser alvo de criticas de outros cineastas, como Spike Lee, que disse que um filme de três horas de duração poderia ter separado alguns minutos para mostrar o que aconteceu com a população japonesa. Agora, em uma entrevista para a Variety, Nolan esclareceu os motivos por trás dessa escolha.

    Cena de “Oppenheimer” | Créditos: Universal Pictures

    Segundo o cineasta, a decisão de não mostrar a destruição das cidades japonesas foi intencional, uma vez que o foco da trama estava na figura de Julius Robert Oppenheimer, uma referência central tanto física quanto subjetivamente:

    O filme apresenta a experiência de Oppenheimer subjetivamente. Sempre foi minha intenção manter essa premissa rigorosamente. Oppenheimer ouviu falar do atentado ao mesmo tempo que o resto do mundo. Eu queria mostrar alguém que começa a compreender de forma mais clara as consequências não intencionais de suas ações. Tratava-se tanto do que não mostrei quanto do que apareceu.

    Christopher Nolan | Foto: Reprodução

    Os bombardeios em Hiroshima e Nagasaki, ocorridos em 6 e 9 de agosto de 1945, respectivamente, representam um capítulo sombrio na história mundial. Eles marcam a primeira e única vez em que armas nucleares foram usadas em guerra e contra civis.

    As consequências imediatas e a longo prazo desses ataques foram devastadoras, com um saldo imediato de cerca de 70 mil mortes em Hiroshima e entre 35 mil e 40 mil em Nagasaki, além de centenas de milhares de vítimas subsequentes de envenenamento radioativo.

    Oppenheimer estará disponível para aluguel em plataformas digitais nos Estados Unidos a partir de 21 de novembro. A expectativa é a de que a data também se aplique ao Brasil, mas nada foi confirmado.

    Fonte:Variety

    conheça nosso canal no telegram!

    O cinemagem agora tem um canal no Telegram! Participe para receber as principais notícias da cultura pop com exclusividade! É só clicar AQUI. Você também pode acompanhar nosso canal do YouTube. Lá você encontra críticas, notícias e masterclass sobre cinema. Tudo de graça para você. Viva pelo cinema!

    Redação Cinemagem
    Redação Cinemagemhttps://cinemagem.com.br/
    O cinemagem é um site de Cultura POP feito por pessoas que vivem pelo cinema. Essa é a nossa filosofia de vida e é por isso que somos tão comprometidos com nosso público. Criamos conteúdos para quem também ama cinema e vive por ele

    Últimas Notícias

    Assine o FILMICCA

    mais lidas de hoje

    plugins premium WordPress