Lori Loughlin pode pegar mínimo de dois anos de prisão após fraude

A atriz Lori Loughlin pode pegar um mínimo de dois anos de prisão, caso não aceite fazer um acordo em que se declara culpada. A colega de profissão Felicity Huffman admitiu participação no esquema ontem, em um documento em que 13 das cerca de 50 pessoas envolvidas no caso fizeram o mesmo.

Segundo o site TMZ, o tempo de prisão dela pode ser maior por conta do valor que ela usou na fraude, além do fato de ela negar culpa.

Entre os que aceitaram fazer acordos, cada um terá caso avaliado de acordo com o valor usado na fraude e também de acordo com a responsabilidade que eles têm admitido perante o caso, para que se chegue em uma sentença.

No caso de Felicity, isso deve significar cumprir quatro meses de prisão, por ter pago US$ 15 mil em suborno.

LEIA +  Gravações de "Batman" retomam depois de paralização; Robert Pattinson estava com coronavírus

Já no caso Lori, ela e o marido, Mossimo Giannulli, gastaram mais de US$ 500 mil no esquema, um agravante. Isso os coloca com grandes chances de serem presos por dois anos a dois anos e meio.

Não aceitar o acordo ainda pode fazer com que eles respondam por lavagem de dinheiro e alongar o processo, aumentando as chances de a pena ser ainda maior.


 O que você achou deste conteúdo? 

Você sabia que o cinemagem tem um canal incrível no YouTube? Não perca tempo. Inscreva-se para conferir os melhores conteúdos sobre cinema, HQ's, séries, games e muito mais. Nós também estamos no Instagram e no Facebook. Abaixo, você também pode avaliar o nosso post, para que possamos melhorar sempre. E não se esqueça de deixar sua opinião nos comentários.