Em entrevista à Variety, o chairman e CEO da Sony PicturesTony Vinciquerra, afirmou que por enquanto “as portas estão fechadas” para qualquer negociação com a Disney a respeito da permanência do Homem-Aranha no Universo Cinematográfico da Marvel. No fim de agosto, foi confirmado que a Sony e a Disney não haviam chegado a um acordo financeiro a respeito da divisão do faturamento que os filmes solo do personagem vem gerando.

O Homem-Aranha e personagens que compõem seu universo, apesar de terem sido criados pela Marvel, tiveram seus direitos para o cinema vendidos para a Sony há muitos anos. Em 2015, o estúdio fechou um acordo com o Marvel Studios (através da Disney, a empresa-mãe) que permitiu a introdução de um novo Homem-Aranha, integrado ao MCU, e a quebra de tal acordo implica na saída do Aranha de Tom Holland de tal Universo.

Vinciquerra, no entanto, ao ser perguntado se essas portas poderiam voltar a se abrir, disse que “a vida é longa”, ou seja, no futuro os estúdios podem entrar em acordo novamente. Não há, segundo ele, nenhum ressentimento entre as empresas. A respeito da avalanche de reclamações e ofensas que a Sony recebeu após a saída do personagem do MCU, o CEO apenas disse que as últimas semanas foram “interessantes”.

O motivo da saída do Homem-Aranha do MCU dado pela Sony, quando a notícia veio à público, foi o fato de que Kevin Feige, o presidente do Marvel Studios, simplesmente não teria mais tempo para dar atenção ao personagem, o que foi bastante contestado pelos fãs. Vinciquerra falou a respeito:

“Nós nos divertimos muito com Feige nos filmes do Homem-Aranha. Nós tentamos ver se havia uma maneira de fazer esse trabalho ter continuidade. O pessoal da Marvel é sensacional, respeitamos muito eles, mas, por outro lado, nós também temos muita gente sensacional trabalhando pra nós. Kevin não fez tudo sozinho.”

Vinciquerra justifica a confiança que deposita na equipe da Sony ao citar o sucesso de “Homem-Aranha no Aranhaverso” e “Venom”. O primeiro recebeu o Oscar de Melhor Longa de Animação em 2019 e o segundo, apesar de não ter sido tão bem recebido pela crítica, foi sucesso de público. A continuação de “Venom” está confirmada, assim como um filme solo do vilão do Aranha Morbius, estrelado por Jared Leto. A Sony também confirmou cinco, possivelmente seis, séries de TV baseadas no universo do Homem-Aranha.

“O Homem-Aranha já era legal antes dos ‘filmes evento’, ficou ainda melhor depois deles, e agora que temos nosso próprio universo, vai melhorar ainda mais com a introdução de novos personagens. Acho que somos extremamente capazes de fazer o que temos que fazer.”

O contrato de Tom Holland permanece com a Sony, sendo assim, o futuro filme do herói ainda seria com o ator. Não se sabe, no entanto, até que ponto o estúdio teria interesse em fazer um terceiro filme, continuando depois de “De Volta ao Lar” e “Longe de Casa”, que são tão relacionados ao MCU. Planos para tal projeto ainda não foram anunciados.

Sobre os fãs que dizem que a Disney deveria comprar também a Sony como fez com a Fox, Vinciquerra afirmou que o estúdio não está à venda. O CEO também afirmou que não é interesse da Sony entrar na guerra das plataformas de streaming, como Disney+ e DC Universe, pelo menos por enquanto.

--------------------
Você sabia que o cinemagem também está no Instagram, no Facebook e no Twitter? Então não perca tempo e siga a gente por lá.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here