Morre o cantor George Michael, aos 53 anos

Pra mostrar que tragédia pouca é bobagem, 2016 segue com sua trilha de destruição: Segundo informações da BBC, o cantor e compositor George Michael faleceu neste domingo (25) em Oxfordshire, na Inglaterra. A informação foi confirmada pelo agente do cantor, e a polícia local ainda não sabe informar a causa da morte. Michael tinha 53 anos.

Em um comunicado, o agente e a família de Michael dizem:

“É com grande tristeza que podemos confirmar que nosso querido filho, irmão e amigo George faleceu em paz em sua casa, nesse período de Natal. A família pede que a sua privacidade seja respeitada nesse período difícil e emocional. Não haverá mais comentários no momento”.

No começo deste mês, foi noticiado que o produtor e compositor Naughty Boy estaria trabalhando com Michael em um novo álbum. Em 2011, Michael já foi obrigado a cancelar uma série de shows por conta de uma pneumonia. Depois de ser tratado em um hospital em Viena, ele apareceu publicamente do lado de fora de sua casa, em Londres, e disse que não sabia dizer o resultado do tratamento.

Georgios Kyriacos Panayiotou, nome real do cantor, vendeu mais de 100 milhões de discos em seus quase 40 anos de carreira, primeiro como o líder da dupla Wham! e depois em jornada solo. Pelo Wham!, Michael emplacou hits como Careless Whisper, Wake Me Up Before You Go-Go e Freedom.

Ícone do movimento gay, George Michael começou a quebrar fronteiras quando o Wham! foi a primeira banda ocidental a fazer um tour pela China em 1985. No ano seguinte o grupo se dissolveu e o cantor iniciou uma bem-sucedida carreira solo, marcada nos anos 1980 e 1990 pelos videoclipes super produzidos, como o de Faith, seu primeiro grande sucesso solo.